SEGUIDORES DO BLOG

Quer participar do blog
Como seguidor?

CLIQUE AQUI!

sábado, 6 de agosto de 2011

O que realmente importa nessa vida



Na verdade acho muitas vezes que a humanidade vive num mundo que gira em torno dela mesma, os indivíduos estão cada dia mais se tornando  egoístas no seu modo de pensar, de ver e de agir, olhando cada um para seu próprio umbigo.

Inventam e reinventam novas fórmulas, vocabulários, quebram-se os paradigmas aqui e acolá criando uma atmosfera ambígua e relapsa, e mesmo assim os enganos e desenganos se atropelam ; o erro do não comunicar-se de forma clara  e objetiva.
As pessoas se embaralham nelas mesmas, o colocar  da máscara se torna um potencial  instinto de preservação mas também é uma forma de se auto-mutilar, já que a dor do desapontamento , do fazer o bem sem olhar a quem nem sempre funciona; pois mesmo inconscientemente sempre esperamos o reconhecimento do outro.

Nas famílias e nas amizades encontramos mentiras, mágoas, ressentimentos, a total falta de afetividade, a competitividade, o orgulho nato, a ira, ignorando  o verdadeiro motivo pelo qual estamos todos no mesmo mundo, mundo esse que  queremos dar para nossos filhos.

Me dói pensar no quanto a humanidade se distancia de um verdadeiro encontro consigo mesmo; perde-se tempo em tantas futilidades no labirinto de sua própria consciência ou inconsciência entorpecendo a alma e o coração.

A maior grandiosidade está em errar e  acertar, perdoar e  se perdoar e saber o que queremos de bom para a nossa vida e para a vida das pessoas que nos cercam.

O que é perdoar senão abrir-se para o bem estar mental e físico, já que o ressentimento, a decepção e a ira envenena o âmago mais profundo do ser; deixa na boca aquele gosto amargo de fel.

Muitos vivem se frustrando em busca da real felicidade, e digo que se as pessoas se importassem mais com seu crescimento espiritual, iriam sem dúvida nenhuma livrar-se da angústia do ir e vir do desalento, do desânimo e da depressão; Há pessoas que vivem nessa montanha russa de sentimentos adquiridos pelo tempo e nem mesmo com toda sua altivez e sabedoria , conseguem responder para esse ponto de interrogação.

Busque o todo e não a metade. Respire o agora , o milésimo de segundo a quem tem direito, para que no futuro não venha como invasor, o arrependimento e a frustração de  tudo que você deixou para trás; de tudo que você poderia ter dito e não disse.
Ame e deixe-se amar plenamente. Tudo depende de que ângulo você quer enxergar, de como você decide começar  e definitivamente terminar seu dia.
Você é responsável por aquilo que cativas.
Isso me lembra a bela música Epitáfio do Titãs, definindo bem porque estamos aqui  e o que realmente importa nessa vida.








Nenhum comentário:

Postar um comentário